Love is Love

Nas belas florestas norte-americanas, surge, por entre aquele verdejante intenso, uma criatura invejável. Cabelos loiros estendidos por longos fios de intensa suavidade, formando figuras desconhecidas à sua passagem, quer no meio de uma ventania, quer por baixo de um sol radiante. A pele? Um laranja reluzente, quase atópico, parece não lhe pertencer, talvez use a base florescente da sua primeira dama. Usa fatos bem compostos, vermelho na gravata, quase sempre (uma ou outra vez lá se vê um azul ou um amarelo para variar, cai bastante bem) e uma bandeira dos Estados Unidos da América em miniatura ao peito para mostrar ao seu povo de que armas é feito. É verdade, chegou ao poder. Por incrível que pareça conseguiu o (im)possível. Bem, lá no fundo ele fez uma campanha de se lhe tirar o chapéu. Bons discursos, um movimento de mão chamativo e cartazes por todo o lado que clamavam por TRUMP. Nome tenebroso. Prometia muros e fundos, ficou-se por ser polémico e exigente com ele mesmo. Atenção, não quero de todo discutir as políticas de um político, passo a redundância, que se nega a perceber os atos maliciosos que pairam no contexto socioeconómico mundial. Vive como uma criança na sua casinha branca, onde, como uma boneca, se exibe por ter uma Tower com o seu nome, em Nova Iorque. Longe de mim tornar este texto tendencioso ou ofensivo. Hoje, aqui, agora quero apenas falar de Amor.

Bem sabemos que um homem pode gostar do sexo oposto, evidentemente. Bem sabemos que dois homens ou duas mulheres é uma união perfeitamente normal, obviamente. Mas… e dois chefes de Estado? Dois governantes? Dois homens que lideram países opostos, um em língua portuguesa, outro em inglês, mas que no fundo partilham um mesmo território? Já ouviram falar? Pois bem, aquele outro lá em cima de que vos falei é uma personagem recorrente por entre os ecrãs televisivos em todo o mundo, no entanto, e como bom casal que se preze, Bolsonaro é o extremo oposto. “Os opostos atraem-se”, já se diz por aí há muito. É que este galã brasileiro foi eleito sem uma única aparição televisiva. Engraçado, não é? Tão diferentes. Uma vida conjugal com separação de bens, contudo de bem um com o outro. Agora, porquê a razão de tudo isto? Neste caso, tudo por causa de um grafito, que abre a página desta publicação, pintado numa parede do Ceará por Yuri Sousa, mais conhecido por Bad Boy Preto. A gravura transbordava a sabedoria política dos dias de hoje, em que dois homens da posição destes que aqui descrevi, para terem aquilo que querem, têm de se valer dos seus atributos sexuais para encherem os cofres da presidência. De facto, a infelicidade, no meio de tudo isto, é terem apagado e vandalizado o muro que, por si só, emanava um sentimento político honesto. Caramba, andamos a lutar a favor dos direitos da humanidade, incluindo os de quem, até ver, pertence à dita comunidade LGBT, e destruímos uma imagem que vale mais do que quaisquer palavras absurdas ditas em sé de campanha eleitoral? Não acho justo. Porém, se calhar, até percebo o porquê de o terem feito… pode ser considerado traição. Nesse caso concordo em absoluto o ato de vandalismo a um artista que quis mostrar ao mundo a beleza de um grande amor.

Portanto, e na minha opinião, acho que o caminho a seguir daqui para a frente é deixarmo-nos de fantochadas e de meias palavras. Todos sabemos o que corre por dentro de quatro paredes e que Donald Trump e Jair Bolsonaro são um dos muitos “casais” que ainda representam, atualmente, a bonita história de Romeu e Julieta. Por isso, vamos respeitar. Love is Love. Nunca se esqueçam.  

Gravura de Bad Boy Preto. Postada dia 13 de julho de 2019 às 20h30.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.